Casamento

“Há já alguns anos, alguém disse: «Chassez le naturel et il reviendra au galop!». Um homem, um governo, um partido ou uma geração pode cometer um atentado contra a dignidade humana e a identidade da família, mas a natureza encarregar-se-á de repor a identidade matrimonial, porque o modelo natural não é mais uma opção religiosa ou cultural, mas a voz da verdade, a razão da natureza, daquela natureza que é imagem e semelhança do Criador.”

Este é um dos parárafos da conclusão de uma conferência do P. Gonçalo Portocarrero de Almada, que podem encontrar na sua totalidade nesta ligação.

Deixar uma resposta