Liberdade de ensino

Lisboa, 04 Jan (Ecclesia) – A Associação Portuguesa de Escolas Católicas (APEC) prepara-se para processar o Estado, alegando “má-fé e falta de respeito” em relação aos contratos assinados com os estabelecimentos privados para este ano lectivo.

“Se os efeitos financeiros forem aqueles que estão previstos, seguramente que há colégios que não irão chegar ao final do ano lectivo” realça o padre Querubim Silva, presidente da APEC, em declarações ao Programa ECCLESIA.

http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?id=83594

Deixar uma resposta