Confiança

Hoje a minha confiança na Apple foi restaurada um bocadinho.
Mas comecemos do início. Desde longa data, sou utilizador de equipamentos Apple, sempre com grande satisfação. Mas em Setembro começou o descalabro. Primeiro tive necessidade de substituir o carregador do meu MacBook Pro. O novo carregador trouxe um problema chato: para a bateria carregar era necessário retirá-lá e colocá-lá novamente no portátil. Nos fóruns de discussão da Apple outros se queixavam do mesmo problema. Levei o portátil e o carregador para a assitência, depois de analisado o problema disseram que a solução era trocar de bateria. Como o computador já tinha mais de dois anos lá acordei com o orçamento de mais de 150 euros. Então não é que quando recebi o computador e o liguei, pouco tempo depois tinha a informação de um update do sistema que corrigia o problema dos novos carregadores só carregarem a bateria depois de ter sido removida e colocada de novo no portátil.
Pouco tempo depois o meu iMac, com quase um ano, começa a desligar-se sozinho. Nova ida aos fóruns da Apple e encontro mais gente com o mesmo problema em modelos iguais ao meu. Assistência com ele, depois de um par de semanas o iMac regressou, mas continuava com o mesmo problema. Depois de 3 idas à assistência o problema ainda não está debelado, está agora de novo na assistência a ver se resolvem definitivamente o problema.
Há 3 semanas o meu iPhone desatou a crashar: quase uma vez por dia aparecia o sinal para ligar ao iTunes e restaurar o telemóvel. Sei que o iPhone já tem dois anos e meio, mas não tenho condições para trocar agora de telemóvel. Ainda por cima quando ele crashava, se o desligasse e tornasse a ligar e ficava a funcionar mas só com as aplicações nativas do iOS. Ontem na TBStore contei esta problema ao Pedro Aniceto acompanhado pelo Vasco Casquilho que me disse para restaurar o iPhone a partir de uma nova conta de utilizador, porque poderia ser alguma aplicação marada a provocar o problema.
Maravilha das maravilhas: decidi-me a restaurar de novo o iOS do iPhone mas sem instalar outras aplicações, somente as nativas do iOS, e não é que o raça do telemóvel agora está a funcionar sem problemas. Já não preciso de um telemóvel novo! Agora o problema é descobrir qual é a maldita aplicação que me fazia crashar o iPhone.
Obrigado Pedro e Vasco por restaurarem a minha confiança nos produtos da Apple.

Deixar uma resposta