Arrumações

Ao fim de 4 anos no santuário de Fátima tornou-se necessário fazer algumas arrumações, os livros e papeis vão-se acumulado, o espaço no escritório torna-se cada vez mais apertado.

A solução foi colocar novas estantes. Assim pude arrumar melhor os livros, fazer uma escolha na papelada acumulada e até mudar a disposição dos móveis.

As coisas estão agora mais ordenadas e mais organizadas. Como seria bom se na minha vida espiritual fosse assim tão fácil. Mas essa é uma tarefa que nunca acaba: precisamos sempre de nos arrumar, de encontrar um sentido para o caminho.

Como a Santidade nunca é um processo terminado, ao longo da nossa vida, corremos o risco de nos contentarmos com o que temos. Não me posso acomodar, preciso de me inquietar para continuar a avançar e progredir.

Deixar uma resposta